Tecnologia na saúde: como os chatbots podem te ajudar

Por
Tecnologia na saúde: como os chatbots podem te ajudar

Você está atualizado sobre as inovações da tecnologia na saúde? Você tem noção do que um chatbot é capaz de fazer pelo seu consultório ou sua clínica?

Quero que você termine de ler este post respondendo "sim" para essas duas perguntas.

Introdução

Você tem noção do que um chatbot é capaz de fazer pelo seu consultório ou sua clínica?

Muita coisa!

Médias e grandes empresas como bancos, empresas aéreas, canais de televisão  e e-commerces já começaram a usufruir do poder da automação por assistentes virtuais (chatbots).

Clínicas e hospitais fora do Brasil também já vêm entendendo o potencial que essa tecnologia tem para diminuir custos e tornar os processos mais ágeis e eficientes, especialmente na China, onde os chatbots são muito populares.

No Brasil a onda está apenas começando.

Você provavelmente já foi atendido por um umchatbot em alguma situação e achou que era uma pessoa.

Neste post, vou te mostrar como os chatbots podem ser úteis na área da saúde.

Os chatbots serão soluções para diversos processos dentro de uma clínica como o atendimento aos pacientes para agendamento de consultas, padronização de respostas a perguntas mais frequentes que o seu consultório recebe, envio de lembretes e até mesmo a realização de alguns diagnósticos.

O melhor de tudo é que estes chatbots trabalham de forma rápida e eficiente em um grande número de processos instantaneamente e automaticamente, 24 horas por dia.

Você pode dizer o seguinte: “Isso não é novidade, vários desses procedimentos citados já podem ser automatizados por aplicativos há algum tempo.”

Antes de continuarmos, gostaria de fazer uma reflexão sobre uma discussão antiga sobre tecnologia na saúde e em outras áreas.

Aplicativos x Chatbots

A previsão é que os chatbots comecem a substituir aplicativos inteiros simplesmente por serem mais práticos e por eliminar a necessidade de baixar diversos aplicativos.

Por exemplo, o aplicativo de mensagem Facebook Messenger poderá fazer as mesmas atividades de centenas de aplicativos. Espera-se que outros aplicativos de mensagem sigam essa mesma linha.

Os aplicativos de mensagens instantâneas já estão nas mãos de todos e não tem mais como essa necessidade ser eliminada.

Vou te fazer duas perguntas para comprovar o que estou te dizendo:

Qual foi a última vez que você olhou o seu Whatsapp?

Acredito que você já olhou pelo menos uma vez hoje.

Agora, qual foi a última vez que você baixou um app no seu smartphone?

Provavelmente você não vai se lembrar.

Quando se fala em soluções onde haja interação entre pacientes e profissionais da saúde, é muito mais interessante que o processo seja automatizado por aplicativos de mensagens instantâneas via chatbots, principalmente porque o paciente não vai precisar baixar nenhum aplicativo extra e sua clínica fica muito mais acessível.

Entenda o que é um chatbot

É importante que você entenda o conceito de chatbot.

Chatbots nada mais são do que programas que interagem e processam dados recebidos através de áudio ou texto.

Apesar de ser um software, ele pode ser desenhado para imitar o comportamento humano.

O principal meio de funcionamento deles hoje é através do Facebook Messenger ( infelizmente o Whatsapp ainda não liberou o uso de chatbots pela sua plataforma).

O melhor de tudo é que isso torna a operação mais barata e os clientes ficam mais satisfeitos pela agilidade do atendimento.

Dentre as aplicações na saúde, destacam-se as seguintes:

#1 - Secretária virtual para clínicas e consultórios

Este tecnologia na saúde chegou para ficar.

Por que ligar ou entrar no site da clínica para agendar uma nova consulta?

Que tal abrir um chat com a mesma e solicitar uma marcação de consulta, concluindo todo o processo em menos de 1 minuto?

Muito interessante!

Já existe uma assistente virtual feita pela startup brasileira Cloudia que pode tirar as dúvidas do paciente, enviar lembretes para confirmação da consulta e instruções pré-consulta ou pré-exames.

Neste post, foi feito uma comparação muito interessante entre secretárias contratadas, secretárias remotas e secretárias virtuais (chatbots).

2# - Diagnosticar diversos quadros dos pacientes

tecnologia na saude como os chatbots podem te ajudar 02

Já pensou se você tivesse uma assistente que consultasse seus prontuários eletrônicos, dados históricos, equipamentos vestíveis e milhares de referências bibliográficas do mundo todo?

O uso de chatbots pode diagnosticar pacientes processando todos esses dados para associar os sintomas de uma pessoa com sua potencial enfermidade.

3# - Enfermeira virtual para pacientes com doenças crônicas

Pacientes com doenças crônicas, como diabetes, necessitam de cuidados especiais.

São pacientes com doenças que não têm cura e precisam de um tratamento frequente e regular.

Como fazer para que esses pacientes não se esqueçam de fazer os procedimentos e se engajem na realização do seu tratamento para evitar piores consequências?

A solução que chegou para ficar são os chatbots que estão sempre lembrando e até interagindo com estes pacientes.

Eles fazem com que os pacientes se lembrem de cuidados com a dieta, medicamentos a serem usados e podem também se integrar com vestimentas e acessórios que coletam dados importantes sobre a saúde do paciente.

#4 Há também algumas propostas de chatbots psicólogos e até psiquiatras para áreas de risco ou pessoas em depressão.

Este assunto é bem polêmico, mas a idéia dos fundadores surgiu da observação de que existe uma certa quantidade de padrões nas terapias.

De fato ainda não é possível se concluir se um robô consegue superar a percepção humana.

A empresa X2AI oferece uma ajuda e suporte, mas ele alega não ser uma ferramenta de tratamento por razões legais e éticas.

A verdade que se observa é que os chatbots psicólogos são capazes sim de ajudar muitas pessoas onde alguns profissionais humanos sofrem para conseguir atuar como em zonas de conflito.

Então os Chatbots substituirão os médicos, enfermeiras e secretárias?

tecnologia na saude como os chatbots podem te ajudar 03

Claro que não! Eles vêm para somar...

Os chatbots ajudarão (e muito) os médicos.

O que se sabe é que provavelmente haverá uma redução da necessidade de pessoas nos call centers de clínicas pelos diversos motivos que esta tecnologia agrega como o aumento da produtividade aliada a uma enorme redução de custos.

Felipe Miranda, CEO da Cloudia, afirma que a redução de custos pode chegar a mais de 50% com o uso de chatbots em call centers de clínicas.

“Eles eliminariam dos funcionários de call centers as tarefas repetitivas, permitindo que os mesmos desenvolvam suas habilidades mais humanas e desafiadoras.”

Conclusão (tecnologia na saúde)

Os chatbots estão chegando para ficar e não adianta protestarmos contra esta tecnologia na saúde. Isso só aumentaria o gap tecnológico entre o nosso país e outros países mais desenvolvidos.

A tecnologia na saúde está aí para ser disruptiva e os profissionais que perceberem antecipadamente que a única certeza para o futuro são as constantes mudanças se manterão em busca de novas qualificações e cursos de atualização para não ficarem para trás.

São soluções que chegam para diminuir significativamente os custos e aumentar a eficiência dos estabelecimentos de saúde.

São soluções que chegam para diminuir significativamente os custos e aumentar a eficiência dos estabelecimentos de saúde. Uma dessas soluções é a Cloudia. Conheça mais sobre esta solução em cloudia.com.br.

Comentários 0

Entre em sua conta para comentar.
Se você ainda não é nosso assinante, clique aqui e acesse um mês grátis!

Parceiros

Mídia apoiadora

Apoio

Fique bem informado!
Receba nosso conteúdo e novidades em seu e-mail.